BLOG

BLOG

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Estudante mata outro com tiro no peito dentro de escola na Cidade da Esperança


Um estudante de 15 anos, identificado como Erick Bruno Pontes, morreu ao ser baleado dentro da Escola Estadual Raimundo Soares, na Cidade da Esperança. O caso aconteceu no final da tarde desta quarta-feira (23), quando um grupo de jovens brincava com o revólver no pátio da unidade educacional.
Em determinado momento, de acordo com informações repassadas pelo diretor Bruno Lima, o jovem teria dito que a arma era de brinquedo e, por isso, houve o disparo. O estudante que atirou, segundo informações da Polícia Militar, tem 16 anos. Ele fugiu logo após o incidente.
Erick Bruno foi socorrido e levado para o Pronto Socorro Clóvis Sarinho, mas morreu ao chegar à unidade. O diretor da Escola Estadual Raimundo Soares contou para o Portal BO que os jovens envolvidos nessa ocorrência eram problemáticos e já tinha praticado atos de vandalismo na escola, como pichação.
Os policiais do 9º Batalhão da Polícia Militar foram acionados e, desde o incidente, realizam diligências para tentar apreender o adolescente autor do disparo, bem como apreender a arma usada no crime.
Manchetes Potiguar

MORRE EM JAÇANÃ, LUIS FAUSTINO (LUIS DA PALHOÇA)

Faleceu na tarde desta Quarta Feira 23/04 em Jaçanã - RN, aos 73 anos, o senhor Luiz Faustino da Silva, o Luiz de  Ana Fortunato que o trouxe de Cel. Ezequiel para ser um fiel colaborador da Família Fortunato no final dos anos 50; o Luiz da Padaria de Manoel Fortunato, local em que trabalhou no início dos anos 60; o Luiz do Futebol, grande incentivador, dirigente e faz tudo no futebol de Jaçanã nos anos 60 e 70, de excelente quarto zagueiro da Vasco da Gama a fabricante e costurador das bolas para nossas peladas e para os jogos do Vasco; Luiz da Palhoça, acredito que atuante nesta área nos anos 80.
O Luiz de  Ana Fortunato, o Luiz da Padaria, o Luiz do Futebol, o Luiz da Palhoça, teve sua vida marcada na história de Jaçanã, principalmente como: o Luiz Professor, como era ultimamente conhecido. Foi professor da Escola Manoel Fernandes até sua aposentadoria. Sendo também, professor, diretor escolar e Secretário de Educação do Município de Jaçanã.
Jaçanã perde a presença física de uma pessoa simples, honesta, amiga e que deixa um enorme legado esportivo e cultural para a História da cidade.
As imagens que estou postando, a primeira é dele na juventude (anos 60), e a segunda: Luiz no mês de outubro de 2013, aniversário de Flávio Dantas.
Saudades e sentimentos sinceros do amigo.  Edmundo Eugênio