bvbvbv

bvbvbv

kekeço

kekeço

FERNANDINHO

FERNANDINHO
VIAGENS

quinta-feira, 22 de maio de 2014

VÍDEO MOSTRA TIROTEIO ENTRE POLÍCIA E BANDIDOS NO LITORAL DE SP

Um homem de 30 anos morreu durante uma troca de tiros entre criminosos e policiais militares à paisana em Praia Grande, no litoral de São Paulo, na tarde desta segunda-feira (19/05). O tiroteio começou após uma tentativa de assaltado frustrado ao dono de uma distribuidora de gás da cidade.
Câmeras de monitoramento da prefeitura registraram a ação. Segundo a Polícia Militar (PM), quatro homens armados com fuzis e revólveres esperavam a vítima que estava a caminho do banco com uma grande quantia em dinheiro no carro. Ao lado do empresário no veículo estava um policial militar de folga, que reagiu quando os criminosos iniciaram a ação. Outros dois PMs à paisana faziam a escolta em outro carro. Nas imagens, é possível ver que, quando os criminosos descem, o motociclista pára atrás do carro do empresário. Ele foi baleado e morreu na hora.
Passando Na Hora

ACIDENTE COM ÔNIBUS DA GUANABARA DEIXA TRÊS PESSOAS FERIDOS.

Um ônibus da empresa Guanabara, que vinha de Teresina com destino a Fortaleza, bateu na traseira de um caminhão que transportava cimento. O acidente aconteceu às 3h40min desta quarta-feira, 21, no quilômetro 74 da BR-222, no município de São Gonçalo na Região Metropolitana de Fortaleza.
De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), três pessoas tiveram lesões na coluna e face e foram encaminhadas para o Instituto Doutor José Frota (IJF), onde realizam exames. Ainda de acordo com a PRF, o motorista não lembra de nada. Ele teria dormido ao volante. O ônibus continua no local, aguardando o reboque. A curiosidade fez com que outros dois veículos, no sentido contrário da BR batessem, complicando ainda mais o trânsito.
A Guanabara enviou nota sobre o acidente. A empresa informou que haviam 22 passageiros no ônibus que partiu às 20h de terça-feira de Terezina. Segue treho da nota: "Ao tomar ciência do acidente, a empresa deslocou de imediato até o local uma equipe para acompanhar as vítimas e um veículo para realizar o transporte do restante dos passageiros. A Guanabara reitera a importância do uso do cinto de segurança, pois de acordo com relatos de clientes que estavam a bordo, os feridos não utilizavam o equipamento enquanto os demais, que saíram ilesos, faziam uso do dispositivo de segurança. A Guanabara ressalta que realiza constantemente campanhas educativas para alertar sobre a importância e a obrigatoriedade do uso do cinto, bem como seus motoristas solicitam aos passageiros no início de todas as viagens que utilizem o equipamento. A Guanabara está aguardando laudo pericial sobre as causas do acidente e irá também apurar internamente os fatos para esclarecer o que houve. Até o momento, é prematuro especular sobre o que teria provocado o acidente. O motorista que dirigia o veículo iniciou a viagem na cidade de Sobral, há cerca de 150 quilômetros do acidente. Ele estava em sua quarta jornada de trabalho e teve 17 horas de descanso antes de começá-la". Fonte: O Povo