BLOG

BLOG

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

ESCOLA REALIZA A ABERTURA DE SUA MOSTRA DIDÁTICA SOBRE A DITADURA MILITAR


Jonatan fala sobre o Golpe Militar de 1964
          Com O tema “Meio Século do Golpe Militar: Ditadura Nunca Mais”, aconteceu nesta noite de quarta-feira a abertura oficial na nossa 1ª Mostra Didática de História do Brasil.
          Organizado e orientado pela Professora Fátima Santos, com a ajuda dos demais professores da escola, o evento foi um sucesso e atraiu um grande público para nossa instituição nesta noite de abertura.  Professores, funcionários, alunos de todos os turnos, ex-alunos, pais de alunos e pessoas da comunidade estiveram presentes e puderam prestigiar palestras  e apresentações culturais alusivas ao tema da Mostra.
             O cerimonialista do evento  foi o Professor Robson Guedes, que iniciou os trabalhos chamando a composição da mesa de autoridades, formada pela vice-diretora Cida Moura, pelo coordenador pedagógico Zito Lima, a Professora Fátima, a Professora Jacilda Macedo e aluna gremista Rafaela Costa.
              Em seus discursos de abertura, todos os oradores destacaram a importância de um evento grandioso como este para uma instituição de ensino como a nossa, sobretudo enfatizando a relevância que é trabalhar um tema como este. Quem também  foi convidado a discursar foi o aluno do 2º ano “A”, Jonatan Tavares, que deu uma verdadeira aula sobre o Golpe Militar de 1964.

Professora Fátima: organizadora da Mostra
Professora Fátima: "cumprimos o nosso dever"
Slides de abertura da palestra de Gutemberg
Vice-diretora Cida Moura discursando
Professor Robson: cerimonialista da noite
Coordenador Zito Lima discursando

PALESTRANTE GUTEMBERG SILVA ENCANTA A TODOS

        Um dos pontos altos dessa noite de abertura foi a palestra do ex-aluno e, agora doutorando em História, Gutemberg Silva. “Me sinto em casa, pois fui aluno daqui e estou vendo muitos amigos, inclusive ex-professores. Estou em família”, disse ele em sua fala de abertura.
        Num tom coloquial, que mais parecia uma amigável conversa, com o auxílio de slides muito bem ilustrados, o palestrando Gutemberg Silva prendeu a atenção dos espectadores e apresentou uma digressão geral do que foi o golpe militar que imperou no Brasil de 1964 e 1985.
          No encerramento de sua apresentação, o palestrante frisou o quando se sentia orgulhoso de participar de um evento como este.“Esta mostra didática foi a maior aula de cidadania que esta escola poderia dar aos seus alunos e comunidade escolar. Falar de um assunto ainda tão delicado e recente é de uma ousadia encantadora. Que bom que vocês estão fazendo a diferença na formação desses novos cidadãos”, disse ele emocionado.
             Ao final de sua palestra, o diretor Massilon Grigório discursou em agradecimento à contribuição de Gutemberg Silva e entregou-lhe um certificado de participação.

Palestrante Gutemberg Silva
Palestra muito dinâmica e interativa
Cida, Gutemberg, Fátima Zito e Jacilda
Gutemberg Silva palestrando
Massilon: entrega de certificado

APRESENTAÇÕES CULTURAIS DIVERSIFICAM A ABERTURA

          Entre um discurso e outro, alunos da escola se revezavam em apresentações culturais de canto e dança que levavam o público presente ao delírio. A primeira apresentação ficou por conta de Wéliton (3º A) e Maikon (2º A) que se cantaram e tocaram músicas de Raul Seixas. O ex-aluno Raedson  também se fez presente e tocou músicas com Wéliton.
          A monitora de dança do Programa mais Educação, Jussara Silva, trouxe o seu grupo de dança e apresentou uma rica coreografia com a música “Que país é este?”, do Legião Urbana.
        Misturando teatro e dança, o também monitor de dança do Mais Educação, Fernando Medeiros, apresentou com os seus alunos uma coreografia da música “Alegria, Alegria”, de Chico Buarque.
         Encerrando as apresentações da noite, a professora Liliane trouxe os alunos do 1º ano com uma coreografia teatralizada da canção Cálice, de Chico Buarque.
         É importante ressaltar que todas as músicas apresentadas eram de artistas que foram perseguidos pelo regime militar, presos ou exilados em outros países.
           O público saiu encantado com a riqueza e a diversidade das apresentações.

Público assiste a tudo pacientemente
Pátio lotado nesta noite de abertura
Professora Fátima assistindo à palestra
Wélton e Maikon cantam Raul Seixas
Wéliton e Raedson cantam Rasul Seixas
Jussara e seu grupo de dança
Coreografia: Que país é esse?
Grupo de dança orientado por Fernando Medeiros
Coreografia Alegria, Alegria
Grupo de alunos do 1º ano
Momento apoteótico da coreografia
Grupo dançando Cálice, de Chico Buarque

MOSTRA CONTINUA ATÉ SEXTA-FEIRA

          Durante todo o dia desta quinta e sexta-feira a Mostra “Meio Século de Golpe: Ditadura nunca Mais”, segue sendo apreciada e visitada por pessoas da comunidade e caravanas que vêm de outras cidades. Ao todo, seis salas temáticas abordam o período sobre os mais diferentes aspectos. Vale à pena conferir!

Escola Terezinha Carolino de Souza

APÓS MARCAR ENCONTRO PELO WHATSAPP ADOLESCENTE DE 13 ANOS É ESTUPRADA E EM SEGUIDA BRUTALMENTE MORTA:

Neste último final de semana em Parauapebas no Pará ( 700 km de Belém) mais um caso violento chocou a população. As Polícias Militar e Civil foram acionada e informada que um corpo havia sido encontrado nas proximidades das torres de emissoras de rádios e TVs, localizadas nas redondezas da Praça da Bíblia no Morro dos Ventos.
Depois de levantamentos, o corpo foi identificado como sendo de Bárbara Lira Pereira de 13 anos. Tudo indica que a adolescente foi estuprada e depois brutalmente assassinada, pois no corpo haviam marcas de cortes. De acordo com as informações, a adolescente teria saído de sua residência na noite da última sexta-feira (21). Testemunhas afirmam que ela havia marcado um encontro pelo celular com alguém e câmeras de segurança próxima à casa da jovem registraram o momento em que ela saiu de casa e montou em uma moto modelo Honda Biz de cor branca e saiu com um homem que ainda não foi identificado pela polícia. Bárbara tinha um namorado de 16 anos e o relacionamento tinha o consentimento da família. Segundo o namorado de Bárbara, ele afirmou que a última vez que viu a garota foi na quarta-feira (19) e depois não mais... Exames foram solicitados pelas autoridades policiais para determinar as causas da morte. De acordo com informações do Delegado Marcelo Delgado, a população pode ficar tranquila que todos os trabalhos e ações necessárias para que o criminoso seja preso estão sendo tomada pelas autoridades policiais. O corpo da adolescente foi velado e sepultado durante a manhã desta última segunda-feira (24) no cemitério que fica localizado na Rodovia Municipal Faruk Salmen. O velório foi marcado por revolta e pedidos de justiça.


Repórter Cidades / Plantão Policial

COBRA SUCURI É ENCONTRADA POR PESCADORES NA PRAIA DO ORLINHA EM ITACARÉ

Uma cobra sucuri da espécie ‘eunectes murinus’ foi encontrada por pescadores na quarta-feira (26), na Praia da Orlinha, em Itacaré, no sul da Bahia. De acordo com Instituto Brasileiro de Meio Ambiente da Bahia (Ibama), o animal tem seis metros e mais de cem quilos.
A cobra foi recolhida por policiais da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental/Porto Seguro (CIPPA PS) e do Ibama e levada para a Serra do Conduru, onde foi devolvida à natureza.

Portal A Desgraça

Sem dó nem compaixão: Homem é morto com requintes de crueldade.

Foi encontrado na saída do município de Taperoá, no Cariri Paraibano, o corpo de um homem já sem vida e com a cabeça incendiada na manhã desta quinta-feira (27). Edmilson Gonçalves, de 49 anos, morava no Sítio Campo Grande, zona rural de Taperoá, e era um vendedor ambulante e autônomo. Seu corpo foi encontrado há 300 metros da zona urbana de Taperoá, na estrada que dá acesso à cidade de Sumé e São José dos Cordeiros.


Segundo informações apuradas pelo portal De Olho no Cariri, Edmilson Gonçalves foi visto pela última vez na companhia de outros dois homens, um deles já detido sob suspeita de participação no assassinato. Elton Gouveia era ex-presidiário, usuário de drogas e estava desaparecido até esta quarta-feira (27). Ele está detido e seu companheiro, que se dizia filho da vítima, está foragido.

A Polícia Civil apurou que Elton, o suspeito foragido e a vítima estavam bebendo nesta quarta em local próximo de onde o corpo foi encontrado. Segundo o depoimento de Elton, a vítima e seu amigo se afastaram do local onde estavam para pegar alguns cajus e apenas seu amigo voltou. A polícia acredita, entretanto, que os dois tiveram participação no crime.

Não há informações sobre o que teria motivado o assassinato e para dificultar o reconhecimento do corpo da vítima, sua cabeça foi incendiada junto a uma mochila com a qual ele andava contenho vários produtos supostamente utilizados para a comercialização.

O IML está no local e a polícia civil já está investigando o caso.




Com informações do blog: DE OLHO NO CARIRI