BLOG

BLOG

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Mulher tira a roupa após ser barrada em porta-giratória de agência bancária


Mulher tira a roupa após ser barrada em agência bancária em Sorocaba (Foto: Arquivo Pessoal)
Uma mulher não identificada tirou a roupa após ser barrada na porta-giratória de uma agência bancária na rua Álvaro Soares, no Centro deSorocaba (SP), na manhã desta quinta-feira (4). De acordo com uma cliente do banco que presenciou a situação, a mulher, mesmo seminua, ficou presa na porta.
"Ela gritava dizendo que não tinha qualquer metal no corpo e começou a tirar as roupas, até ficar só com as peças intímas. Mas, mesmo sem as roupas, a porta continuava impedindo a entrada dela", relata a cliente, que fez um registro da cena e preferiu não ser identificada.
A cliente que testemunhou a confusão conta que saiu da agência quando a discussão começou a tomar uma proporção maior e ouviu comentários de que a polícia tinha sido acionada para comparecer ao local.
Segundo a Polícia Militar, não houve registro de ocorrência porque as partes foram orientadas no local e liberadas.
Em nota, a assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal afirmou que a cliente foi atendida normalmente, dentro das dependências da agência, após a sua recomposição e ter depositado a sua bolsa no guarda-volumes.
"A Caixa Econômica Federal esclarece que utiliza portas automáticas giratórias com detectores de metal em suas agências, de acordo com a Lei 7.102/83, que disciplina o sistema de segurança em estabelecimentos financeiros em todo o território nacional. Esses equipamentos são utilizados pelos bancos para impedir o acesso de pessoas armadas às agências, nunca para criar obstáculos ou constrangimento aos usuários. O objetivo é proteger os clientes da Caixa, seus empregados e patrimônio", conclui a nota.
Do G1 Sorocaba e Jundiaí

Cachorro não abandona homem nem durante sua prisão e entra na viatura junto com ele


Enquanto polícia prendia o suspeito o animal não o abandonou... e pulou para dentro do veículo para acompanhar o homem mesmo no momento de sua prisão 
Foto: Reprodução/Rede Record





JAÇANÃ : EMACC realiza Culminância das atividades do MAIS EDUCAÇÃO



              O Mais Educação da Emacc– Jaçanã/RN, sob a coordenação da professora Darlene Araújo, viveu um dia de festa com a culminância das atividades desenvolvidas no 2º semestre/2014. 
      O evento foi realizado no pátio da escola e foi iniciado com uma emocionante apresentação da Fanfarra Mais Educação (FanMacc), preparada pelos monitores Alonys Dantas e Adriano

    Em seguida as monitoras de Orientação apresentaram alguns textos desenvolvidos pelos alunos ,   e uma exposição dos trabalhos realizados nas temáticas de Meio Ambiente, e Diversidade Cultura e Racial .

     O evento contou com a Presença da Diretora  Rita Guedes  e da vice , Janaína Andrade  além da  coordenador pedagógica da Secretaria de Municipal Educação l , Viviane Marques , além de funcionários da escolas envolvidos no Mais Educação.





Notícia da Serra

ATLÉTICO DE JAÇANÃ FAZ TREINO DE APRONTO PARA ESTREIA DO CAMPEONATO MUNICIPAL E COPÃO SERRANO

Nesta quarta feira 03/12, o Atlético de Jaçanã fez um treino de apronto para a estreia do campeonato municipal nesta sexta 05/12 contra a equipe do Cruzeiro do Bairro e no domingo 07/12 jogo valendo pelo copão serrano na terceira fase mata, mata na cidade de Araruna, contra a equipe do UEPB. 

Agentes penitenciários encontram túnel na maior penitenciária do RN

Uma revista de agentes penitenciários encontrou um túnel na tarde desta quarta-feira (3) em um dos pavilhões da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, na Grande Natal. 

A descoberta aconteceu em uma quadra usada pelos 196 detentos do Pavilhão 4 para o banho de sol. A ação faz parte de uma série de revistas programadas em Alcaçuz após a operação ‘Alcatraz’, deflagfrada nesta terça-feira (2) após investigações do Ministério Público Estadual sobre a atuação de organizações criminosas dentro dos presídios do estado. 

 O diretor da penitenciária, Ivo Freire, explica que os presos utilizaram sacos de areia e o próprio piso de pedra da quadra para esconder o túnel. “Fizeram um corte naquele espaço e camuflaram com pedras. 

O local é usado pelo menos quatro vezes por semana para banhos de sol e visitas íntimas. 

São momentos em que os presos sabem que não há uma segurança mais enérgica”, ressalta o diretor. Freire acredita que vários detentos se revezaram para cavar o túnel.  De acordo com o diretor da penitenciária, Alcaçuz está passando por uma revista estrutural para um eventual remanejamento de detentos. Na operação Alcatraz foram cumpridos 223 mandados de prisão, dos quais 154 foram expedidos para pessoas que já estão presas no sistema penitenciário. “Apesar de não haver uma lista oficial porque a operação ainda está em andamento, sabemos que boa parte dos detentos está em Alcaçuz, pois aqui estão os homens mais perigosos do estado”, conta. 

 Fonte: G1/RN.