bvbvbv

bvbvbv

kekeço

kekeço

FERNANDINHO

FERNANDINHO
VIAGENS

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Companheiro é suspeito de matar mulher estrangulada em Macau

Homem que vivia com Brena Keila escreveu um bilhete pedindo perdão para mãe dela.

FOTOS: CEDIDAS

 Uma mulher identificada como Brena Keila da Cunha Silva, de 23 anos, foi encontrada morta, nesta segunda (16), em um matagal, no distrito de Cavalo Morto, no município de Macau, região Oeste do Rio Grande do Norte. A vítima apresentava sinais de estrangulamento e uma maca de tiro na cabeça. De acordo com a polícia, o principal suspeito é o companheiro de Brena, que deixou um bilhete pedindo perdão à mãe dele.
Segundo policiais civis da cidade, o crime logo foi elucidado, pois há muito tempo que a vítima vinha se queixando de agressões do companheiro e por várias vezes chegou a procurar apoio na delegacia registrando inclusive boletins de ocorrência. O suspeito identificado como Rafael Silva teria deixado um bilhete pedindo perdão à mãe pelo feito e relatou que tiraria a própria vida caso viesse a matar a companheira.
A equipe de agentes coordenada pelo delgado Delmontiê Falcão, já está realizando em toda região na tentativa de prender o suspeito que fugiu sem deixar nenhuma pista. Familiares da vítima, que preferiram não ser identificados, relataram a reportagem doPortal BO que isso aconteceria mais cedo ou mais tarde devido ao comportamento violento do suspeito.
Portal BO

CARNAVAL DE NATAL: Veja Fotos de “Os Cão da Redinha”

Instagram Márlio Forte
Instagram Márlio Forte
Instagram Márlio Forte
Instagram Márlio Forte
Instagram Márlio Forte
FOTOS: Márlio Forte

Cantor de axé morre eletrocutado em cima do trio elétrico no Pará



O cantor de axé Luciano Sousa dos Santos, da banda Tribo do Axé, morreu eletrocutado em cima do trio elétrico "O Pilantrão", durante desfile de blocos no Carnaval do município de Curaçá (PA), neste domingo (15). 
A polícia informou que o cantor havia reclamando que estava recebendo choques no microfone logo depois que começou a puxar o bloco Os Pilantras.
Luciano estava apresentando a banda quando foi atingido por uma descarga elétrica. O cantor ainda foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o hospital municipal, mas morreu minutos após dar entrada no hospital.
A Polícia Civil do município de Castanhal, que registrou a ocorrência, informou nesta segunda-feira (16) que o trio elétrico estava sem licença do Corpo de Bombeiros para circular.
Integrantes da banda Tribo do Axé prestaram depoimento e informaram que o choque ocorreu da fiação do trio elétrico e que o veículo não foi atingido por um fio externo, como por exemplo de um poste da rua.

O veículo foi apreendido e deverá passar por uma perícia do Instituto Médico Legal (IML), ainda nesta semana, que deverá confirmar se a descarga elétrica ocorreu da própria fiação do trio elétrico. Caso seja comprovado o vazamento de energia elétrica no trio, o proprietário do veículo, que não teve o nome divulgado, poderá ser indiciado por homicídio culposo. A Polícia tem 30 dias para concluir o inquérito.
A prefeitura de Curuçá informou que havia regulamentado junto ao Ministério Público Estadual, no dia 3 de fevereiro, as orientações técnicas que os trios elétricos deveriam seguir para participar de desfiles de blocos na cidade.