BLOG

BLOG

segunda-feira, 6 de abril de 2015

MENOR DE 16 ANOS DECEPA CABEÇA DE BEBÊ, ESTUPRA A MÃE E ESFAQUEIA OUTRA CRIANÇA


download (1)
um menor de 16 anos, conhecido como “Neguim da Máfia” invadiu uma residência na manhã desta quarta-feira, na cidade de Colinas do Tocantins e decepou a cabeça de um bebê, estuprou a mãe e a esfaqueia juntamente com outra criança de três anos. Segundo o Portal “O Norte” uma criança de apenas um ano e seis meses de idade foi brutalmente assassinada e outras duas pessoas ficaram feridas, durante uma tentativa de assalto. De acordo com informações do Portal O Norte, o crime aconteceu em uma residência localizada no setor Santo Antônio, e o acusado é um adolescente de 16 anos de idade, considerado de alta periculosidade, conhecido como “Neguim da Máfia”, que armado invadiu a casa, decepou a cabeça da criança mais nova, amarrou e estuprou a mãe, Cristina de Jesus, a esfaqueando em seguida bem como outra criança de três anos.
A Polícia Militar foi acionada e está em diligência no local, o menor foi apreendido e encaminhado para a Delegacia de Colinas, ele já tem várias passagens por crimes como roubo na cidade. Cristina de Jesus e a criança de três anos foram atingidas no pescoço. Socorridas, as vítimas foram encaminhadas para o Hospital de Colinas e em seguida transferidas para o Hospital Regional de Araguaína (HRA) em estado grave.
Fonte: Atitude Tocantins

FUNCIONÁRIO DA CAERN MORRE AFOGADO NA BARRAGEM DE PAU DOS FERROS NO RN


Um fato lamentável de afogamento ocorreu durante a manhã desta segunda feira, 06 de abril de 2.015, na cidade de Pau-dos-Ferros na região do Alto Oeste Potiguar.


Um jovem funcionário da Caern, Companhia de Águas e Esgotos do estado do Rio Grande do Norte,  morreu afogado nas águas da barragem daquela cidade, quando fazia manutenção nas bombas de sucção.

De acordo com as primeiras informações, Samuel Rodrigo  quando se dirigia a uma das bombas, terminou ficando preso a uma rede de pesca.

Um colega dele ainda tentou salvá-lo, mergulhando, mas percebeu que ele já estava sem vida.

Outra informação é que Samuel Rodrigo, que tinha 27 anos de idade, era natural de Mossoró, estava  casado há somente vinte dias.


Fotos/ Nossa Pau dos Ferros

FUGA EM MASSA NO PRESÍDIO ESTADUAL DE ALCAÇUZ EM NÍZIA FLORESTA NA GRANDE NATAL NO RN.

Pelo menos 32 presos conseguiram fugir através de um túnel, durante a madrugada desta segunda feira, do Presídio Estadual de Alcaçuz, o maior do estado do Rio Grande do Norte, localizado em Nízia Floresta na grande Natal. É a segunda maior fuga ocorrida no presídio.


Dos 32 detentos apenados que conseguiram fugir, três foram recapturados. O que facilitou a fuga de acordo com a direção do presídio, seria a destruição feita durante as rebeliões ocorridas recentemente.

O juiz da  vara de execuções penais de Natal, Henrique Baltazar, afirmou que novas fugas poderão ocorrer devido a situação de destruição em que ficou o presídio, principalmente com muitas celas com grades ainda destruídas.

A polícia está a procura do restantes dos fugitivos. Vejam as fotos dos fugitivos.




NAS GARRAS DA POLÍCIA

Polícia prende acusados de assassinar Jovem em Japi, RN

O grupo tático de operações especiais (GTO) em conjunto com a polícia militar de Japi, no comando do segundo sargento Martins, realizou no início da tarde de hoje (06/04) uma grande operação que resultou na captura de dois jovens acusados de estarem envolvidos na morte de Wesley da Silva Costa, encontrado morto neste domingo (05/04). Um terceiro acusado que supostamente estava envolvido no crime, conseguiu escapar.

Segundo o Sargento Martins, os acusados confessaram o crime. Com eles foi apreendida uma arma de fogo de calibre 32 e uma toca, usada na pratica de assaltos. “Estes indivíduos confessaram ainda ter participado dos constantes assaltos a celulares, que foram registrados na última semana, como também cometeram vário outros crimes na cidade”, Disse Sargento Martins, que pediu as vítimas dos celulares roubados, que fossem até a delegacia prestar queixa.

Após prestarem esclarecimentos no DP de Japi, os acusados foram conduzidos para o departamento de polícia civil da cidade de Santa Cruz.


No momento da operação, a cidade ficou bastante movimentada por populares.

Do Blog Japi em Foco

Pelo menos 32 presos escapam de Alcaçuz na segunda maior fuga da história no RN


Alcacuz-JA-11-1024x678

Diego Hervani
Repórter
A “calmaria” que vinha sendo registrada nas unidades prisionais do Rio Grande do Norte depois da onda de rebeliões que aconteceu no mês de março acabou na madrugada desta segunda-feira (6). Detentos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, o maior presídio do Estado, em Nísia Floresta, promoveram uma fuga em massa do local.
De acordo com informações da diretoria da unidade, pelo menos 32 presos fugiram por um túnel cavado no Pavilhão 2 da unidade, onde estão alguns dos apenados mais perigosos do RN. Foi a segunda maior fuga da história do sistema prisional do RN. A maior aconteceu em 2012, também em Alcaçuz, quando 41 detentos escaparam. Para fazer a contagem, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), contou com o reforço do Grupo de Operações Especiais (GOE).
Em nota oficial, a Sejuc informou que três fugitivos já foram recapturados. Para Edilson França, titular da pasta, o fato de os apenados do Pavilhão 2 terem destruído as celas nos motins ocorridos em março facilitou essa fuga. O Governo do Estado já iniciou a recuperação dos pavilhões em todas as unidades prisionais. No momento em Alcaçuz está sendo recuperado o Pavilhão 4. “É uma realidade diferente da usual”, refletiu o secretário Edilson França, adiantando que será feita uma apuração rigorosa e uma sindicância sobre a vigilância das guaritas no momento da fuga. “De imediato também vamos melhorar a iluminação interna e externa; vamos fazer a limpeza do terreno que fica nos arredores do Presídio, para dificultar que fugitivos se escondam no mato e faremos revistas periódicas e sistemáticas a partir de agora”.
O juiz Henrique Baltazar, titular da Vara de Execuções Penais do Rio Grande do Norte, utilizou uma rede social para fazer duras críticas ao Governo. “Mais uma vez acontece o que eu avisei que aconteceria. Neste caso avisei diretamente ao governador Robinson, além de ter dito nas redes sociais. E se o governo do RN continuar com a mesma política de segurança a situação vai piorar. Vou repetir: o Estado não controla o interior dos presídios. Não basta reconstruir vagarosamente o que foi destruído. Ou o governo age com mais coragem e vontade, ou a situação de insegurança dos potiguares vai piorar e muito. Os problemas do sistema prisional repercutem em muito na segurança pública. Discurso não resolve o problema da insegurança pública. São necessárias ações. (A propósito, o pavilhão 2 é onde estão os presos que integram o PCC)”.
O policiamento em Alcaçuz foi reforçado por homens do Batalhão de Choque da PM (BPChoque) e da Força Nacional, além de agentes penitenciários. Após as rebeliões que destruíram as unidades, os detentos passaram a dormir no pátio do presídio porque as grades das celas foram destruídas