BLOG

BLOG

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Juiz quer que ex-governador Fernando Freire seja transferido para uma penitenciária

 Fonte: Jornal de hoje
O ex-governador do RN, Fernando Freire, preso no dia 25 de julho na orla de Copacabana do Rio de Janeiro, condenado por liderar esquema “Máfia dos Combustíveis” enquanto governador no Estado deve ser transferido para Penitenciária do Estado.
Segundo informações, o juiz Henrique Baltazar pediu a transferência de Fernando Freire do quartel da Polícia Militar, onde está preso, para uma Penitenciária no Estado. No QG da PM, Fernando Freire está preso em uma cela de 9 m²
No entanto, enquanto aguarda, a vaga no sistema prisional, o mesmo deveria ficar preso ou na Cadeia Pública de Natal ou em um Centro de Detenção Provisória, segundo o juiz, caso não haja explicação cabível para que ele esteja preso no QG da Policia Militar.
Fernando Freire foi condenado a 133 anos de prisão em 4 dos 9 processos criminais.

MAIS UM CRIME DE HOMICÍDIO EM MOSSORÓ NO RN O DE Nº 112 SOMENTE ESTE ANO.

 Local do Crime
A Central de Operações da Policia Militar, e do SAMU foram acionados para uma ocorrência de disparos de arma de fogo, fato registrado durante a noite de quarta feira, 09 de setembro de 2015, por volta das 20 horas, na Rua Benjamim Soares de Lima no Abolição V, e que no local tinha um jovem ferido.

Quando a viatura do abolição chegou ao local informado e em seguida a equipe da ALFA do SAMU, constataram que  jovem já se encontrava sem vida.Weverton Júlio da Silva, de 22 anos de idade, que residia no endereço  acima citado, foi assassinado com 06 disparos de arma de fogo, cerca de 500 metros da própria residência, já no loteamento Por do Sol, numa estrado que fica entre o Abolição V e Conjunto Residencial  Integração.
De acordo com informações colhidas no local, Weverton seguia em uma motocicleta tipo Pop de cor amarela, placa MZL 7735 de Mossoró, quando foi surpreendido pelos atirados que estavam em um veículo tipo caminhoneta de cor cinza, que após o ato criminoso se evadiram do local com destino ignorado.
 
Fotos: Jr Dantas/4dzpatrulha.com
Familiares da vítima que estiveram no local do crime, informaram que Weverton era usuário de entorpecentes, não tinha passagem pela policia, mas já havia sofrido duas tentativas de homicídio.

A equipe da delegacia de plantão, sob o comando do delgado plantonista do dia em serviços, o bacharel Igor que é titular da DEA, com apoio dos agentes de policia civil, Cesar Alves e Gonçalo Nobre, estiveram no local, colhendo as primeiras informações, que serão encaminhadas a Dehom através de um relatório.

Policiais Militares da Radio Patrulha dos Abolições, ROCAM BIC Abolições e a VTR do fiscal de operações do 2º BPM, isolaram o local do crime, até a chegada da equipe do ITEP, coordenada pelo perito criminal Joaquim Guimarães, que fez a pericia, e a remoção do corpo para a base, para ser examinado pelo médico legista de plantão, e em seguida ser entregue aos familiares para o sepultamento.