BLOG

BLOG

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

ITEP IDENTIFICA E LIBERA 23 DOS 26 MORTOS NA REBELIÃO EM ALCAÇUZ

 Itep recolheu corpos de 26 presos em Alcaçuz (Foto: Divulgação/PM)

O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) identificou e liberou para sepultamento, 23 dos 26 mortos encontrados após o massacre dos dias 14 e 15 de janeiro na Penitenciária de Alcaçuz, "maior" presídio do Rio Grande do Norte.

Quinze dos mortos foram decapitados e dois tiveram os corpos carbonizados. Segundo o Itep, o trabalho de identificação dos cadáveres estava previsto para ser concluído em um mês.

Na última quarta-feira (18), os peritos identificaram os corpos dos presos: Eduardo Reis; Charmon Chagas da Silva; Diego Felipe Pereira; Lenílson de Oliveira Pereira da Silva; Marlon Pietro do Nascimento; Cícero Israel de Santana; Felipe René Silva de Oliveira; e Willian Andrei Santos de Lima. Todos foram reconhecidos por meio de exames papiloscópicos.

Confira os nomes dos presos que já foram identificados até agora:


Os corpos estavam em uma carreta-frigorífico no quartel da Polícia Militar e foram levados de quatro em quatro para o Instituto. Os peritos coletarão as impressões digitais dos mortos e fizeram exames de raio-x da face, que ajudou a identificar os detentos pela arcada dentária. Além disso, legistas do Ceará e da Paraíba foram deslocados para ajudar no trabalho de identificação.

Depois de todos examinados, os dados coletados cruzados com o sistema de identificação, 23 dos 26  detentos mortos, o Instituto, entrou em contato com as famílias dos presos conforme eles foram identificados.

Segundo a Sejuc, busca por corpos nas fossas será feita pelos bombeiros quando houver segurança para os profissionais. Por volta da 13h30 da última terça-feira (17), uma escavadeira chegou ao presídio. De acordo com a assessoria da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, o equipamento será usado para diligências em busca de novos corpos dentro da unidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário