BLOG

BLOG

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

QUADRILHA SUSPEITA DE EXPLODIR AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM BARAÚNA-RN;FOI PRESA EM BREJO DO CRUZ-PB

Uma quadrilha que vinha atuando em explosões a bancos nos estados da Paraíba e Rio Grande do Norte, foi presa durante uma mega operação da Polícia Militar ocorrida na madrugada de sábado 07 de janeiro, no município de Brejo do Cruz no sertão paraibano. 
Segundo o comando do 12º BPM com sede em Catolé do Rocha, um homem identificado como Isaías da Silva Saldanha, morreu em troca de tiros com a PM durante a Operação e dois suspeitos conseguiram fugir do cerco policial. 
Oito suspeitos, incluindo o dono da fazendo Tapera onde o bando estava escondido, Cesar Firmino,foram presos e um vasto material, como armas,munições, coletes balísticos, grampos usados para impedir perseguição policial,maçaricos,cilindros de oxigênio e explosivos apreendidos na operação. 
De acordo com o comando da operação os criminosos estavam escondidos em uma fazenda denominada de Tapera, localizada as margens da PB 323 que liga os município de Brejo do Cruz e Belem de Brejo do Cruz. Um trabalho do Setor de Inteligência da PM paraibana levou a Polícia Militar até o esconderijo da quadrilha. 
A PM informou que a quadrilha também é suspeita de ter invadido a cidade de Baraúna no Oeste do Rio Grande do Norte e explodido duas agências bancárias e metralhado a base da Polícia Militar, na madrugada da último quinta feira(05) (RELEMBRE ATAQUE)
Os oito presos foram levados à Delegacia de Polícia Civil de Catolé do Rocha e indiciados pelos crimes de associação criminosa, porte ilegal de arma, posse ilegal de arma de uso restrito e adulteração de veículos. São eles: Felipe Ferreira da Silva , Jefferson de Souza Fernandes, Júlio Cesar Fernandes de Oliveira, Bruno Tavares, José Alves dos Santos, Antônio Batista de Araújo, José Alves dos Santos, Katiano Alves dos Santos. 
25 policiais do 12º Batalhão da PM sediado em Catolé do Rocha no estado da Paraíba participaram da Operação que teve início na noite de sexta feira (06) e terminou na madrugada do sábado (07) com a prisão da quadrilha.






Isaías da Silva morreu em troca de tiros durante a operação

* Brejo do Cruz em Foco/Catolé News

Sem comentários:

Enviar um comentário