bvbvbv

bvbvbv

kekeço

kekeço

FERNANDINHO

FERNANDINHO
VIAGENS

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

NOTÍCIA RN:EXCLUSIVO PREFEITURA DE CORONEL EZEQUIEL NÃO PAGA GARANTIA-SAFRA REFERENTE AO ANO 2015/2016, E AGRICULTORES PODERÃO COBRAR NA JUSTIÇA. CONFIRA


Centenas de agricultores familiares de Coronel Ezequiel/RN, localizado na Região Trairi do estado, estão na eminência de não receber os benefícios do Programa Garantia-Safra 2015-2016. De acordo com o Diretor da FETARN Erivam do Carmo Silva, o atual prefeito, Cláudio Marques de Macêdo (Boba), não cumpriu o que determina o Artigo 2º inciso II – Que diz que os aportes municipais fazem parte dos recursos do fundo do garantia safra de onde são originadas as verbas para o pagamento do benefício.
Na última quarta-feira (01), os agricultores familiares buscaram informações junto ao Tribunal de Contas do Estado e estão se posicionando para entrar com ação coletiva junto ao Ministério Público Federal (MPF), caso o município não cumpra o prazo estipulado pelo Fundo Garantia Safra. “A atual gestão está demorando muito no cumprimento das suas obrigações financeiras, incluindo nestas o aporte referente ao pagamento da Garantia-Safra, impedindo que os agricultores sejam beneficiados com os pagamentos das parcelas a serem pagas pelo programa.
O município de Coronel Ezequiel terá que desembolsar uma quantia de R$: 23.766,00 (vinte e três mil, setecentos e sessenta e seis reais), referentes ao seu aporte ao programa garantia safra, com data limite até o dia 10/02/2017. Lembrando que a União, o Estado do Rio Grande do Norte e os Agricultores e Agricultoras Familiares fizeram sua parte, cabendo agora somente a responsabilidade do município.
Caso esse compromisso não seja honrado o município terá um prejuízo em mais de meio milhão de reais somente no início desse ano de 2017, e ficará fora do programa em nível nacional, acarretando um enorme retrocesso para os agricultores familiares Ezequielenses. Garantia Safra O Garantia Safra é uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) conquistado pelo Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, que se direciona aos agricultores familiares que se encontram em municípios sujeitos a perdas de safra devido à seca ou ao excesso de chuvas.
Os agricultores que aderiram ao Garantia Safra nos municípios em que forem verificadas perdas de, pelo menos, 50% do conjunto da produção de feijão, milho, arroz, mandioca, algodão, dentre outros, receberão o benefício.
Fonte:Erivam do Carmo.
Por:JSBLOGUEIRO.

Sem comentários:

Enviar um comentário