bvbvbv

bvbvbv

kekeço

kekeço

FERNANDINHO

FERNANDINHO
VIAGENS

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Polícia Civil de Picuí elucida crime de homicídio que vitimou o estudante Neto Borges no último sábado dia 15; Conheça a realidade dos fatos


No início da manhã desta quinta-feira (20), a Redação do Portal Picuí Hoje obteve informações extra-oficiais, diretas da 7 DRPC de Picuí,  sobre o caso do assassinato do Jovem estudante Neto Borges, que ocorreu neste último sábado (15), na Praça do Boi em Picuí, cidade localizada no Seridó Paraibano.

A nossa redação tomou conhecimento que a
 partir de informes e imagens obtidas através das câmeras de segurança existentes no trajeto feito pelos meliantes, foi possível aprofundar as investigações policiais. Daí por diante, uma Operação da Policia Civil, comandada pelo Delegado Rodrigo Monteiro e a equipe composta pelos Agentes de Investigação Jonas, Marcílio, Júlio, Josenildo, José Faustino e Medeiros, elucidou o crime que vitimou o jovem estudante Neto Borges. 


Dessa forma, a equipe policial chegou a pessoa de Júnior, popularmente conhecido como 'Júnior loucão', que atuou como olheiro, informando sobre a presença da polícia aos demais comparsas. A partir de informes e contradições obtidas nos depoimentos dos acusados, os policiais chegaram ao menor J.L.D.O, que pilotava a motocicleta usada no crime, e que inclusive confessou estar com a arma que foi utilizada no crime e algumas munições deflagradas. Após isso, os policiais foram apreender a motocicleta usada no ato.

Moto Honda Fan utilizada no crime
As realidades de como aconteceu o fato segundo os informes policiais :

No momento do crime, a vítima estava conversando com amigos, quando por volta das 23:00h da noite do último sábado (15), foi surpreendida por disparos de arma de fogo que foram efetuados por Marcelino David Dantas Silva, com participação do menor J.L.D.O e de José Aílson dos Santos Macêdo.
Arma calibre 32' usada no crime
O adolescente 
J.L.D.O conduzia a motocicleta Honda Fan preta, de placa OEU 5926/PICUÍ-PB, durante a ação criminosa e ainda forneceu o revólver calibre 32 para o executor efetuar o crime.

O crime que foi motivado por ciúmes, já que a vítima estava na companhia de uma ex-namorada do acusado Marcelino, foi elucidado em menos de 5 dias pelos Policiais Civis.

O jovem Neto, que foi vítima da barbárie, era uma pessoa bastante querida e conhecida na cidade, líder estudantil, o que gerou grande repercussão e clamor social, levando grande números de pessoas a sair em passeata após seu sepultamento cobrando por justiça. 

Os acusados foram encaminhados para a cidade de Campina Grande-PB, e deverão ficar a disposição da justiça.

Portal Picuí Hoje com Ascom.

Sem comentários:

Enviar um comentário