bvbvbv

bvbvbv

kekeço

kekeço

FERNANDINHO

FERNANDINHO
VIAGENS

sábado, 1 de abril de 2017

Policial é achada morta em matagal na Bahia; namorado confessou crime


Subtenente Wagna foi achada morta na Bahia (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)
Subtenente Wagna foi achada morta em um matagal em Conceição da Feira (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)
Conforme a polícia, a PM Wagna Andrade Soares, de 47 anos, foi morta a golpes de barra de ferro. De acordo com a polícia, as informações iniciais são de que o suspeito, Igor Tosta Lopes, de idade não divulgada, e a vítima discutiram antes do crime. Ele teria colocado o veículo da policial à venda, o que pode ter motivado a briga, informou a polícia.
A subtenente Wagna desapareceu de Feira de Santana, município vizinho ao que o corpo dela foi encontrado, na manhã de sexta-feira. Ao ser informada por amigos da vítima, a polícia iniciou as investigações e encontrou o carro da PM no estacionamento de um supermercado, perto da rodoviária da cidade.
Corpo da subtenente foi achado enrolado em um lençol em matagal na Bahia (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)
Corpo da subtenente foi achado enrolado em um
lençol (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)
Os policiais apuraram que um homem havia estacionado o veículo da vítima no local e, com informações de características dele, foram em busca do suspeito. O namorado da PM, Igor, foi localizado em um hotel de Feira de Santana e confessou ter matado a subtenente. Ele indicou a localização do corpo.
Em uma casa em São Gonçalo dos Campos, município vizinho, foram encontrados objetos pessoais da vítima. O suspeito está preso na 1ª Coorpin, em Feira de Santana.
Em nota, a Polícia Militar lamentou a morte da policial e informou que a subtenente trabalhava no Colégio da Polícia Militar de Feira de Santana. Não há informações sobre o sepultamento da vítima.

Sem comentários:

Enviar um comentário