BLOG

BLOG

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Avião cai em Paraty; ministro do STF estava na lista de passageiros

Avião cai em Paraty; ministro do STF estava na lista de passageiros


Um avião caiu na tarde desta quinta-feira (19) no mar de  Paraty, na Costa Verde do Rio de Janeiro. Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente foi próximo à Ilha Rasa. O nome do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki está na lista de passageiros da aeronave. Ainda não há informação sobre mortos.
O aeroporto do litoral informou que o avião saiu de São Paulo (SP) e caiu a 2 km de distância da cabeceira da pista. De acordo com a FAB (Força Aérea Brasileira), quatro pessoas estavam a bordo. Ainda não há informações sobre a identidade das vítimas.
Por volta de 14h50, a Polícia Militar havia disponibilizado uma lancha para auxiliar nas buscas. A Capitania dos Portos e o Corpo de Bombeiros também trabalhavam no resgate.
Segundo moradores da região, no momento do acidente chovia forte em Paraty. “Eu não vi o momento do acidente só senti um cheiro muito forte de combustível. De onde estou, consigo ver o resgate. Tem uma pessoa tentando sair da aeronave que parece ser de pequeno porte”, contou Rosália Ramos Lima, proprietária de uma pousada e restaurante da ilha.
A assessoria de comunicação da Infraero confirmou ao G1 que a aeronave prefixo PR-SOM, modelo Hawker Beechcraft King Air C90, decolou às 13h01 do Campo de Marte, em São Paulo (SP) com destino a Paraty. A aeronave é de pequeno porte e tem capacidade para oito pessoas.
O dono e operador da aeronave é o hotel Emiliano, segundo informações de abril de 2016 disponíveis no Registro Aeronáutico Brasileiro, documento divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil que reúne uma relação de todas as aeronaves brasileiras certificadas pela Anac. O G1 procurou a assessoria de imprensa do grupo Emiliano Empreendimentos e eles não tinham informações sobre o acidente.
Às 15h50, uma equipe do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) estava se dirigindo ao local para apurar as causas do acidente.
As fotos foram enviadas para o WhatsApp da TV Rio Sul.

Polícia Civil desarticula boca de fumo e prende acusado de tráfico de drogas, em Cuité

(Imagem/Reprodução WhatSapp)


Na tarde desta quinta-feira (19), a Policia Civil , no comando do Delegado Dr. Elias, desarticulou mais uma boca de fumo na cidade de Cuité-PB. O mandato de busca domiciliar, ocorreu na Rua Aguida Florentino e resultou na prisão de Rafael Evangelista de Lima. 

Segundo o delegado, a investigação que terminou na prisão do acusado já vinha sendo executada há alguns meses. Ainda de acordo com Elias, Rafael tinha um possível ponto de vendas de droga , próximo a Praça da Juventude.

Ao chegarem na residência do suspeito, a polícia encontrou Rafael e mais dois menores, e ainda uma certa quantidade de drogas e uma quantia em dinheiro, que supostamente seja da venda de drogas.

(Imagem/Reprodução WhatSapp)

Rafael foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e corrupção de menores e, em seguida  encaminhado à Cadeia Pública  de Cuité. 


NoticiandoPB

CURRAISNOVENSE FOI MORTO DURANTE REBELIÃO EM PRESÍDIO DE CAICÓ

SIDNEY SILVA
A rebelião registrada no interior da Penitenciária Estadual do Seridó, teve início por volta das 19hs e terminou por volta das 23hs com 1 preso morto e outros cerca de 7 feridos. Um agente penitenciário também foi ferido e encaminhado ao Hospital Regional. O agente passa bem.
Os detentos do Pavilhão “B” foram os responsáveis pela ação criminosa dentro da unidade prisional caicoense, localizada no Bairro Salviano Santos, Zona Norte, às margens da RN-288 (saída para São José do Seridó/RN) e teria sido motivada pela presença de detentos pertencentes a facção Primeiro Comando da Capital – PCC dentro do presídio.
O preso que morreu na rebelião foi identificado, inicialmente, como Mateus Murilo da Silva, 19 anos, seria natural da cidade de Currais Novos, mas, as informações são extra-oficiais. O corpo permanece no ITEP aguardando para ser necropsiado.
Os presos da facção Sindicato do RN dizem que querem a retirada dos membros do PCC de dentro das unidades prisionais do Rio Grande do Norte. “A gente quer que o estado tire o PCC de dentro das nossas unidades. A gente pede a saída imediata deles do estado. Ou o PCC sai do nosso estado, ou o Estado vai tremer todo. A gente não procurou essa guerra. Essa guerra foi trava por eles“, disse um apenado por telefone na Rádio Caicó.
Durante a rebelião, os detentos do Pavilhão B do presídio de Caicó, queimaram colchões e outros objetos e ainda subiram no telhado e agitaram panos com as siglas de facções.

Presos voltam a se enfrentar dentro de Alcaçuz

Detentos iniciaram nova rebelião e confronto nesta quinta-feira.

FOTO: REPRODUÇÃO / GLOBONEWS
Portal BO
 Os detentos de Alcaçuz voltaram a se enfrentar, dessa vez, em uma batalha campal dentro da unidade. Após cinco dias de tensão e troca de ameaças entre as facções criminosas, no final da manhã desta quinta-feira eles começaram a partir para o confronto.
Neste momento, o clima é bastante tenso na unidade. Alguns presos entraram em luta corporal. Os agentes penitenciários e os policiais militares tentam contar o confronto. No entanto, eles estão em cima das guaritas e usam bomba de efeito moral e armas não letais para tentar separar os presos.
Já foi solicitado reforço de policiais militares do Batalhão de Choque e do BOPE para tentar intervir diretamente dentro da unidade.
Os presos estão soltos nos pavilhões desde o domingo, após a morte de 26 detentos. No entanto, eles haviam construído barreiras para separa o Pavilhão 5, onde estão detentos do PCC, dos demais pavilhões, onde estão presos do Sindicato do RN.
Nesta quarta-feira, o Governo do Estado fez a retirada de 220 presos do Sindicato do RN dos pavilhões 1 e 2 de Alcaçuz.