BLOG

BLOG

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Cantor Briola emite nota oficial e pede ajuda para encontrar mulher que iniciou ato de vandalismo


Na noite do último domingo, 30 a Banda Forrozão do Briola iria realizaar um show na na comunidade de Cajazeiras, na zona rural de Santo Antônio, no Agreste do Rio Grande do Norte, segundo informações de integrantes da banda,  chegando no palco vários músicos sentiram choque,  os técnicos do som tentaram resolver o problema, mas não conseguiram. Devido ao problema o show foi cancelado, iniciou-se então uma confusão, foi quando quebraram e ainda quiseram atear fogo no ônibus.  O GTO chegou e escoltou os integrantes da banda até a delegacia. 

Em nota publicada no Facebook, Briola falou sobre o ocorrido e disse que o local não tinha nenhuma condição de realizar o evento, faltava segurança e estrutura, trazendo risco de vida aos integrantes da banda.  Veja nota abaixo

                                NOTA OFICIAL

Bom dia pessoal, eu Briola Sales, venho através desta rede social, compartilhar com vocês, que seguem o nosso trabalho com a banda Forrozão do Briola. 

Sobre uma situação bastante constrangedora, a qual vivenciamos ontem, dia 29 de janeiro de 2017, no sitio Cajazeiras, zona rural de Santo Antonio do Salto da Onça- RN, por volta das 21h40min. 

O fato é que fomos “contratados” para realizar um show nesse sitio, por um empresário da região, ao chegarmos ao local do evento, identificamos que o mesmo não providenciou as exigências consideradas necessárias, para realizarmos nosso trabalho com profissionalismo e segurança. 

Primeiramente o evento não contava com segurança adequada, segundo relato da policia militar, nem mesmo a policia foi comunicada do evento, e em seguida o som disponível não oferecia condições e suporte para trabalharmos, o som estava dando choques, não existia aterramento, comprometendo assim, a segurança dos nossos músicos. 

Tentamos de todas as formas ajustar o som para que pudéssemos realizar o show, mas não encontramos solução para o problema existente, nos impossibilitando de realizarmos a apresentação. 

Em seguida, comunicamos ao empresário das impossibilidades existente e nos recolhemos no ônibus da banda, o que instantaneamente gerou uma “confusão”, onde cerca de 100 (cem) pessoas se amontoaram ao redor do transporte e começaram a apedrejar e depredar o transporte, lançando ameaças de espancamento dos componentes da banda, chegando ate a agredir fisicamente um dos integrantes. 

Em seguida, começaram na tentativa de incendiar o ônibus, nessa altura já tínhamos acionado a policia local, que eficientemente, chegou a tempo de evitar que a situação se agravasse, colocando ordem e nos assegurando na retirada do local do evento. 

Seguimos para delegacia de plantão na cidade de Nova Cruz- RN, onde registramos o boletim de ocorrência, e na ocasião, vimos aqui pedir a ajuda de vocês para que nos ajude a localizar, uma mulher que foi a responsável por incentivar todo o tumulto, inclusive a própria saiu quebrando o ônibus com uma pedra na mão. 

Vim respeitosamente, dividir com vocês esse momento difícil e constrangedor, como forma de respeito ao meu publico que me segue e me respeita, e pedir que nos ajude a identificar essa mulher, e ao mesmo tempo publicizar o meu repudio aqueles que agiram com vandalismo e nos faltaram com respeito. 

Esclarecendo também, que não recebemos cachê, muitos menos tivemos posse de dinheiro de portaria, não estando na nossa responsabilidade, portanto, devolver os valores recolhidos das senhas de ingresso do evento, sendo a responsabilidade do realizador do evento. Na oportunidade renovo os meus votos de gratidão e respeito, aqueles que nos tratam com respeito, valorizam nosso profissionalismo e acima de tudo como seres humanos, que saem de suas casas, para trabalhar dignamente. Um forte abraço, BRIOLA SALES.


ajudem a compartilhar e identificar os envolvidos!!!

Secretaria de Educação convida funcionários para a primeira reunião do ano.


A Prefeitura Municipal de Jaçanã, por meio da Secretaria Municipal de Educação, convida aos funcionários da educação (exceto professores) para participarem da 1ª reunião administrativa de 2017, que será realizada às 08:00hs do dia 1 de fevereiro, na Escola Municipal Miriam Gomes Rocha Vieira. Desde já contamos com a presença de todos!
Agradece a quipe de Educação.
 Por Assessoria de Comunicação / Fonte Secretaria de Educação

Quadrilha invade a cidade de Lajes/RN, metralha carro da polícia e estoura agência do banco do Brasil

FOCOELHO
Na madrugada de hoje 30 de janeiro, por volta das 03;30hs, uma quadrilha fortemente armada, invadiu a cidade de Lajes efetuando vários disparos para o alto e no destacamento policial, em seguida o bando se deslocou para a agencia do Banco do Brasil da cidade e estouraram usando bananas de dinamite... VEJA MAIS FOTOS AQUI.
A polícia militar local ficou sem poder fazer muita coisa no momento, a viatura local foi metralhada, policiais de Assu, Jucurutu, Angicos e Fernando Pedroza foram ao apoio, mas o bando fugiu sem deixar pistas.
Até o momento, não se sabe a quantia levada da agencia que ficou destruída.

Mulher que se intitulava “ESTRELA DO CRIME” foi assassinada na praia do Meio em Natal

190/RN
Um homicídio foi registrado no final da tarde desse Domingo (29) vitimando uma mulher identificada a princípio de MALU BONEKYNHA.
A vítima que em uma rede social se intitulava “Estrela do crime” foi assassinada em frente ao AquárioCasa Show, na Praia do Meio.
A jovem bebia com amigos quando foi surpreendida por um homem não identificado que atirou contra ela várias vezes e fugiu com sentido ignorado.
Os peritos do ITEP e Policiais da divisão de homicídio foram acionados e realizam os procedimentos cabíveis.

UMA AÇÃO RAPIDA PRECISA ACONTECER NO RN EM ESPECIAL NA REGIÃO TRAIRI.

As autoridades competentes e a sociedade civil organizada inclusive a Coopercacho Jaçanã precisam sentar para dialogar sobre a questão da caju cultura.
Em breve nossos plantios de cajueiros, que tanto gerou renda para o homem do campo hoje é uma realidade oposta ao passado, se não acontecer uma ação rápida em um curto espaço de tempo não teremos mais cajus nas regiões produtivas.
O caju e a castanha são grandes fontes alimentícias e de nutrição, assim fontes medicinais, mas a realidade que estamos vendo é um caos.
Fonte: COOPERCACHO JAÇANÃ